24 de jun de 2017

A palavra é: Motivação

Motivação é tudo nessa vida! Não há como viver sem ela. Aliás, sem motivação, a gente não consegue nem levantar da cama, não é mesmo? Repare que as pessoas que saíram do nada para alguma coisa positiva na vida, conseguiram superar obstáculos e vencer, pois foram movidas pela motivação. Da mesma forma, aquelas pessoas que vivem encostadas, que não andam, mas se arrastam, que acham tudo um saco, estacionam na vida e não progridem por nada desse mundo. E pior, ainda culpam Deus e o mundo pelas suas frustrações e são incapazes de perceber que o fracasso está dentro delas mesmas, justamente, por falta de motivação.

O que eu comentei até agora pode parecer óbvio, mas é o que mais acontece no dia a dia. Quer ver uma coisa? Se você empurra o seu trabalho com a barriga, conta os minutos para a hora do almoço e para a saída, sinceramente, acredita que vai progredir no que está fazendo? Nunca! O que você faz é encarado como uma obrigação, não tem motivação nenhuma envolvida, então, não tem sucesso que se abrigue no meio dessa história, não há chance.

A motivação nos impulsiona, nos dá gás, resistência, dá trabalho também, mas no final é recompensador, porque produz resultados positivos. Então podemos deduzir que o sucesso é o resultado do esforço + motivação? Sim, sem dúvida alguma. Ou você nunca reparou que tudo que é bom, para ser bom mesmo, vem precedido de muito esforço e muito trabalho?! Ser feliz dá trabalho, ter dinheiro dá trabalho, ter uma vida legal a dois requer muito trabalho...e por aí vai!

Infelizmente, na atualidade, a ilusão está muito em alta, por conta dessa falsa ideia de que todo mundo é feliz e realizado, como nas redes sociais. Mas sabemos que a vida não é tão cor de rosa assim! E não adianta fazer mimimi pra vida, porque não vai adiantar em nada!

O que te motivou, em algum momento, te trouxe até aqui. Pode ter sido um 'Deus nos acuda', mas você chegou até ponto onde está pelo empenhom, em algum momento! Quer mais? A fórmula você já sabe: Esforço + Motivação! 

Tá bem?

Um abração!

23 de jun de 2017

Homem tatua rosto de Temer com a palavra golpista na testa

Sinceramente, eu não sei o que leva uma pessoa a fazer esse tipo tatuagem, mas enfim, vamos lá! A bizarrice da vez foi uma tatuagem do rosto do presidente Michel Temer, com a palavra golpista na testa, que um cliente muito insatisfeito com atual conjuntura politica resolveu "homenagear" o atual presidente do Brasil.


O tatuador foi o mesmo que recentemente fez uma foto do Bolsonaro na coxa de uma cliente (para conferir novamente, clique aqui). Mas ao contrário da última vez, quando preferiu não opinar sobre a escolha da cliente, dessa vez, Agne comentou que, 'de longe foi um dos trampos mais divertidos de fazer' .

O fato é que o profissional Agne Alves está se especializando em tattoos políticas de 'protesto'!

Só Jesus na causa!

21 de jun de 2017

Cadê os preços? Informação é tudo!

Diariamente, nas redes sociais, a gente pode conferir diversos perfis sobre vendas de comida, de acessórios, roupas, mobiliário, enfim. E na grande maioria das vezes é preciso ter muito autocontrole para não 'se jogar' numa torta, encomendar salgadinhos ou mesmo comprar aquela bolsa ma-ra-vi-lho-sa! Há perfis que, de fato, sabem divulgar seus produtos, mas vendê-los já é outra história!

Como eu comentei dia desses em um post por aqui, se a pessoa cria a página do seu negócio no facebook, mas não informa telefone, endereço e nem tem coragem de postar, ao menos uma vez por semana, é melhor nem criar página nenhuma, porque a ausência de informações pode ser vista como desleixo, o que acaba comprometendo a marca.

Uma outra questão, que eu quero abordar hoje, é sobre preço. A não ser que você seja um fraquiado da H. Stern, Vivara, Channel ou outra grife qualquer, cujos produtos costumam ser astronômicos, divulgue, sim, o valor dos seus produtos. Qual o problema de divulgar?

Outro dia um perfil postou uma linda torta para pronta-entrega e quando alguém perguntou o valor, o perfil respondeu: 'in box'. Ora, será que para cada cliente é cobrado um valor diferente? É a impressão que dá! O perfil poderia, ao menos, postar algo do tipo; 'temos todas a partir de X reais'! Agora, esse negócio de 'valores in box' é muita forçação de barra e realmente passa a impressão que o preço vai variar de acordo com a cara do freguês!

Da mesma forma que os preços dos produtos devem estar nas vitrines, no mundo real, no mundo virtual, a coisa não deve ser diferente.

Se eu encontro duas páginas na internet vendendo a mesma coisa, sendo que em uma página os valores só são mencionados 'in box' e na outra, os preços acompanham os produtos, lógico que eu irei optar pela página que me fornece mais informação e se mostra mais transparente, né não?

Ninguém 'fisga' cliente com essa história de 'in box'. Cliente se conquista com qualidade, pontualidade e preço justo!

É isso!

Um abração!

Após 2 anos de namoro virtual, ela conhece o seu amado no funeral dele

Nem todas as histórias têm final feliz! E esse foi o caso da britânica Helen, que conheceu o americano Jack, em 2015, pela internet, ao descobrirem, via Pinterest, afinidade pelos temas filme de terror, tattoos e fotografia.

Do Pinterest ficaram amigos no Facebook, até que um dia resolveram trocar telefones, o que os aproximou ainda mais.

Em 2016, quando a mãe de Helen faleceu foi Jack que a consolou, o que contribuiu ainda mais para a aproximação dos dois. A amizade começou a dar lugar a um sentimento maior, a ponto de mudarem o status do facebook para 'relacionamento sério' e consultarem advogados, cada um no seu canto, para saberem quem deveria se mudar para a casa de quem.

Os dois tinham mais em comum: o filho de Helen, Karl, está na mesma faixa de idade da filha de Jack, Nicole, de 22 anos. Assim como Jack, Helen cuidava sozinho do herdeiro: ela é divorciada, e Jack também tinha se separado da mulher.

Em 2017, finalmente, ficou decidido que jack viajaria ao encontro de helen, para conhecer a sua família. E em contrapartida, Helen voltaria no voo com Jack para conhecer a familia dele.

No último 07 de maio, Helen ligou para Jack para acertar os últimos detalhes. O telefone tocou, tocou, mas ninguém atendeu. Horas mais tarde, a irmã de Jack, Vicky, contactou Helen e lhe deu a pior das notícias - Jack havia falecido. O óbito se deu em função de um ataque cardíaco fatal, quando ele via baseball pela TV. O mundo de Helen, claro, desabou.


Enfim, Helen só conseguiu chegar a tempo de participar do funeral de Jack, infelizmente! :(

Triste, mas real!

20 de jun de 2017

Para refletir e analisar: 2018 é ano de eleição!

Às terças-feiras, o bate-papo é político, embora o tema não agrade a muitos, mas é extremamente necessário, porque a gente vive de política o tempo todo, mesmo sem se dar conta.

Uma coisa pra gente já ir refletindo e analisando: 2018 é ano de eleição para presidente da república (e vice), senador, deputados federal e estadual. Quem escolher? Esse é o nosso compromisso - começarmos a prestar atenção nos que estão por aí, se têm feito alguma coisa, se vale a pena reconduzi-los ou se tem que mudar geral.

O desinteresse da população com a política é prejudicial para todo mundo Tiririca, por exemplo, pode ser um cara legal, pode ser divertido, mas e daí? Tiririca e os demais deputados federais custam, em média, R$ 86 milhões ao contribuinte todo mês. É muita grana, não é? E será que tá valendo a pena? Vamos refletir!

'Vamo que vamo'!

17 de jun de 2017

Estamos nos expondo demais?

O povo expõe a sua vida toda na internet e quem opta por não expor, no final das contas, acaba tendo que 'entrar na dança' também. O que eu quero dizer com isso? Que eu tenho estado um pouco limitada à internet, não por desinteresse, mas por um probleminha no ombro, que reflete pelo braço e mão, e que provoca muita dor. E aí, eu não consigo ficar mais de uma hora sentada à frente do micro, porque a dor não deixa. Então, eu vejo um video e saio, leio algo e saio e assim a gente vai levando!

Sem mimimi também, porque eu não sou adepta ao papel de coitadinha, eu optei por compartilhar esse fato para que não haja mais interpretações equivocadas pelo meu silêncio (pois já surgiram).

Nem sempre nós estamos no nosso melhor, mas o importante é caminharmos pra isso! Seja 10 minutos, meia hora, só no twitter ou no instagram , eu procuro me manter conectada, embora, talvez, pouco disponível, porque com uma dorzinha chata não há criatura que consiga estar atenta e manter o bom humor sempre, não é mesmo? E eu gosto de poder oferecer o meu melhor para os outros, sinceramente!

Dia desses, uma pessoa me deixou uma mensagem, onde fez mil interpretações do meu silêncio, pelo fato de eu não ter comentado o seu post, ou curtido, sei lá! Na verdade, eu nem tinha visto tal post, justamente pelo motivo que expus. Vê que louco, né? O silêncio incomodando mais que o barulho, (opinião, inclusive, que o meu marido Zé concorda plenamente).

Enfim, conviver em sociedade é o exercício da constante adaptação e aprendizado! Vamos aprendendo!

Um abração!

11 de jun de 2017

Noivos sensualizam no meio da festa e descem até o chão

Na festa do casamento, os noivos Paula e Antonio proporcionaram um momento inusitado aos convidados. Os noivos começaram a dançar num clima romântico, ao som do Ed Sheeran, até que Paula arrancou a saia do seu vestido de noiva, ficou de collant e começou a perfomance, para o já marido, ao som de Anitta. Logo em seguida foi a fez dele sensualizar para ela.

video

Eu vejo umas performances muito originais, de vez em quando, que abrilhantam as festas de casamento e contribuem para levantar. ainda mais, o astral de todos os presentes. Agora, essas performances do vídeo, para o momento e local, na minha opinião, foram um pouco fora de contexto e até um tanto constrangedoras. Mas se eles curtiram, é o que vale!

10 de jun de 2017

O livro que mata quem o toca

A história pode parecer obra de ficção, mas é a mais pura realidade. Protegido no segundo andar da Biblioteca Buhr, na Universidade de Michigan, nos EUA, repousa uma cópia do livro mais perigoso do mundo: quem o toca, morre.

No século XIX, o uso do arsênico era comum na fabricação de medicamentos, panfletos, pôsteres e brinquedos de criança. Até os papéis utilizados para decorar as paredes continham altas quantidades do veneno.

Calcula-se que, entre 1878 e 1883, quase 65% do papel de parede comercializado nos EUA continha pigmento de arsênico, o qual, ao ser liberado no ambiente, causava graves distúrbios físicos.

O químico R.C. Kedzie, cansado do fato de a opinião pública ignorar suas advertências sobre os perigos do arsênico, encheu de veneno as páginas do seu livro “Shadows from the Walls of Death” (Sombras das Paredes da Morte, na tradução).

Após a morte de uma leitora, quase todas as cópias do livro foram queimadas. Atualmente restam apenas duas, que são guardadas a sete chaves por causa de seu nível tóxico elevado.

Eu, hein!

Com informações de PlayGround

6 de jun de 2017

Deixa a vida fluir!

Tudo acontece quando tem que acontecer, não quando a gente quer. E o que não tem que acontecer, favor não insistir, porque não vai dar em nada.

Às vezes nos colocamos em certas situações da vida para tirarmos uma lição, aprendermos alguma coisa. Um relacionamento frustrado, por exemplo, mostra aos dois lados o que não repetir no próximo relacionamento, embora seja muito comum, uma criatura ou outra, insistir no erro. Aí  a gente já sabe que é burrice, como diria o velho ditado, né?

Pais permissivos demais criam futuros adultos problemáticos.  O filho que nunca ouviu Não dos pais, quando se deparar com a vida, vai achar que todo mundo vai dizer SIM pra ele, e é nessa hora que a vaca vai pro brejo, porque a realidade não é bem assim! O que a gente quer nem sempre é pra gente, nem pro nosso bem. E cabe à família proporcionar esse entendimento!

Outra coisa:  A vida não flui quando colocamos obstáculos na nossa frente. Tem gente que antes de executar uma tarefa já diz que tudo vai dar errado, já coloca a insegurança na frente. Bom, se a criatura tiver êxito naquele momento, apesar da insegurança, pode ser que mais adiante o projeto seja abandonado, o emprego não dê certo, enfim, porque não foi algo realmente desejado, mas problematizado mesmo antes de se realizar.

E sobre as pessoas que adoram as doenças, o que dizer?  Se você está pensando que não conhece ninguém assim, abra o facebook que rapidamente você irá se deparar com alguém narrando como foi a sua crise de labirintite do dia, outra comentando sobre  a enxaqueca ou ainda aquele que faz um sinal de positivo na cama de hospital mostrando como ‘se quebrou todo’ no acidente, essas coisas. Gente que curte doença, procura tanto, que um dia acaba achando coisa séria! 

Resumo da ópera: Seguir o fluxo da vida e prosperar  é não ficar fazendo mimimi , nem bater pezinho pra vida, porque o mundo não tem a menor obrigação de atender aos nossos caprichos, e nem atenderá. E quando a gente insiste na negatividade, em infantilidades, em situações já desgastadas, não prosperamos, porque prosperar é deixar a vida fluir.

A vida tem o jeito dela, o ritmo dela e nós fluímos por ela (não o contrário).

Um abração!